Terça-feira, 1 de Julho de 2014

 

Houve tostas
-de queijo-
-de fiambre-
-de presunto-
-mistas-
Até já houve de frango e de atum, mas como não existe uma memória viva dos factos optámos por não as referir. Se alguém nos viesse perguntar como eram, não lhes saberíamos responder, não temos uma fotografia sequer para lhes mostrar. Eu sou o mais antigo na casa e quando cheguei já não havia a de frango. Nem sequer me lembro de na altura se falar dela. Só uns anos mais tarde fiquei acidentalmente a saber, numa discussão acerca de fungicidas, que elas tinham feito parte da oferta. Da de atum sim, mas só me lembro de que dava muitos problemas com o pão de forma. Tudo dá problemas com o pão de forma, mas a pasta de, digamos, atum dava-os em demasia. E como vendiam mal, suponho que por não saberem bem, são dispensáveis ao processo de construção da nossa nova identidade enquanto instituição de crédito.

 

E.

despesadiaria às 01:14
|

.Arquivo

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014