Segunda-feira, 14 de Julho de 2014

      

Epigramas

 

A seiva expectante coagula
No dia morno que fenece

 

------

 

O amor é a enigmática vontade de morrer

Sob os plácidos raios de sol do entardecer


------

 

Tens razão

Já é tarde

Não vale a pena

Não vale sequer

Um poema

 

pmramires

despesadiaria às 01:51
|

.Arquivo

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014