Sábado, 2 de Agosto de 2014

 

Arca de guardanapos

 

Depois de décadas a assombrar um sótão em um ponto qualquer entre Nesperal e Palhais, e portanto suficientemente díscolo, porfiado e irascível para conceder ao tédio o status de um axioma (um axioma certamente atrelado à duplicidade), Aflalo decidiu (no sentido mais lato e disponível) estabelecer um vínculo mais profundo entre o cinismo e a transparência, dedicando-se em sua cegueira ou - dito com maior correcção - em sua peculiar forma de ver, a um ócio ainda mais insuportável do que o trabalho.

 

***

 

Sobre uma base em parte aleatória e em parte dirigida podemos ver cavalo e cavaleiro como um duplo monstro, tão esquálido que nem sombra tem e que para poder aparentar o que não é, não pode tomar os outros pelo que são. Assim conspiram Sanchos e Quixotes, postulando (implicitamente postulando) a excelência do iminente sobre o imediato.

 

***

 

Depois de conhecer um número quase infinito de seres, durante um lapso quase infinito de tempo, Seth, incapaz de explicar as causas da sua longevidade, sacou o sabre que sempre trazia à cintura e, atraído por uma serenidade sem princípio (muito à maneira de uma solicitação ao desmaio) inaugurou o suicídio. Antes, porém, disse (sempre que falava assobiava pelo nariz): "Pena que dos lírios não se façam cilícios!".

 

***

 

Tão inadequados para a notoriedade quanto para o anonimato, os xifópagos Direito e Esquerdo impuseram-se, por meio de uma correspondência de vazios e tendo como álibi um ao outro, a ablação de todo indulto (residual ou excrescente) que lhes consagravam e - ilação contrária às vestes - dedicaram-se a uma misantropia em contiguidade.

 

***

 

Condenado pelo Papa Inocêncio II ao "silêncio eterno", Pedro Abélard vinculou (às vezes por associação, outras por contraste) o novo talento à já antiga capacidade de mentir mesmo quando calado. Contudo, tanta subtileza na construção de doestos e desdéns, acaba dando-lhes um contorno apócrifo. Inocêncio II, justamente por reconhecer seus notáveis dotes, a eles negou a expressão em realizações de valor correspondente. Abélard, fiel à infidelidade que o constituía, tratou de saturar a truculência de um halo canónico, de dissimulá-la sob um fog teológico; ao cozinhar sobre lenha verde seus cadernos emolientes, todos os acessos ao céu perfilaram-se nas quatro paredes dessa alma alvejada de sangue e amoníaco.

 

Peor

despesadiaria às 15:14
|

.Arquivo

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014