Quinta-feira, 1 de Maio de 2014

 

Memorabilia

 

Falámos por correspondência – nunca foi espiritual.

Quando estivemos juntos – também não foi carnal.

Trocámos leves confidências – nunca fomos íntimos.

Mas com ela fui – aos sítios mais distintos.

 

Perfumadas flores de hastes elegantes lhe ofereci

Na ânsia de um gesto destemido que porém temi.

(Uma Abelha ao Sol, uma Mosca na Chuva −

Ousadia que hoje não vale a grainha de uma uva.)

 

Falta-me o engenho dos que vivem o actual;

E ela não cede ao sortilégio dos que apostam no desigual.

Devia ter arriscado um cd, um concerto ou mesmo um dvd;

Mas tenho aquela inépcia dos que sofrem nem sei de quê!

 

Falámos por correspondência – nunca foi espiritual.

Quando estivemos juntos – também não foi carnal.

Trocámos leves confidências – nunca fomos íntimos.

Mas com ela fui – aos sítios mais distintos.

 

pmramires

despesadiaria às 18:52
|

.Arquivo

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014