Sábado, 10 de Janeiro de 2015

 

Passava das três da manhã quando cheguei. Estava informado por um mapa desenhado a caneta pelo motorista da camioneta da localização da pensão, mas penso que a teria encontrado com facilidade. O empregado da noite, atrapalhado, explicou-me que o único quarto disponível estava em obras, explicou-me que a pensão estava sem electricidade desde as sete da tarde, e explicou-me que a casa de banho do piso que eu iria ocupar era comum e que só poderia ser utilizada a partir das oito. Perguntei se havia cama e ele demorou um pouco a responder, confessou-me que estava partida, mas que o chão era suficientemente largo para nele depositar o colchão. Pouco podia fazer se não aceitar estas condições. Ao longo do corredor havia garrafas de cerveja e vinho vazias, e beatas, que o empregado me explicou serem de uma despedida de solteiro que ali tinha decorrido, que os quartos estavam agora vazios mas que, quando os foliões regressassem, não me podia prometer o sossego que gostaria. Sorri e entrei no quarto sozinho. De facto em obras era uma descrição adequada. Uma das paredes está ocupada integralmente por um pequeno andaime, a janela não tem vidros, a cama tem os pés da cabeceira partidos. Optei por não tirar o colchão da cama e estiquei na alcatifa vermelha o meu saco-cama polar. Adivinhava algum frio com a janela assim aberta, mas não compreendo a razão da corrente de ar que atravessa o quarto como uma tempestade de neve. A luz da lua que aqui entra é tão forte que seria suficente para ler, mas estou cansado para pegar no Byron, e não trouxe mais nada. Suspeito que não dormirei grande coisa.

Ao ler estas linhas, o dono da pensão sorriu, arrancou a folha ao moleskine preto, colou-a cuidadosamente num papel e arquivou-o no dossier cuja lombada tinha escrito SÓ PRIMEIRA PÁGINA.

Gouveia

despesadiaria às 21:30
|

.Arquivo

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014