Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

...

Área de Serviço

 

Toda a gente as usa de vez em quando. Alguns quase todos os dias. Ninguém está para as gabar, ainda assim. A mim  importam-me. Careiras, é verdade. Isto de andar sempre de um lado para o outro, abaixo e acima. Para baixo outra vez. Nunca como deve de ser em lado nenhum. Ali a gente entra, não há frio nem calor. Primeiro conhece-se o cheiro, a ordem dos espaços. As fardas dos rapazes e raparigas das bombas. Ao fim de um tempo distinguem-se as mais limpas e bem governadas. Ao fim de uns anos fazem as vezes de chegar a casa.    

 

[Cláudia.] 

despesadiaria às 22:59
|

.Arquivo

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014